Manaus, 06/10/2022

Cidade

Terceira edição do ‘Sabadão da Saúde’ terá 106 unidades de saúde

Terceira edição do ‘Sabadão da Saúde’ terá 106 unidades de saúde
19/08/2022 16h40

Em sua terceira edição, o “Sabadão da Saúde”, estratégia criada pela Prefeitura de Manaus para ampliar a oferta de serviços de saúde em horários alternativos aos manauaras, vai disponibilizar 106 unidades que funcionarão neste sábado, 20/8, das 8h às 16h. As duas edições anteriores, realizadas nos dias 6 e 13/8, promoveram aproximadamente 28 mil atendimentos nas 50 unidades de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que funcionaram na modalidade porta aberta, sem  necessidade de agendamento.

 

O secretário municipal de Saúde, Djalma Coelho, reforça que o sucesso da estratégia depende da adesão da população, que, ao longo da semana, dispõe de pouco tempo para se cuidar, mas no sábado pode cumprir essa tarefa.

 

“Para esta terceira edição, mobilizamos aproximadamente 2 mil servidores, além de ofertar mais que o dobro de unidades, que funcionarão por oito horas ininterruptas. Por isso, convocamos as pessoas que fazem parte do público-alvo para que se dirijam aos pontos de saúde para fazer seus exames e consultas”, assinala Coelho.

 

O público preferencial da mega-ação de saúde, coordenada pela Semsa, são as pessoas com suspeita ou confirmação de diabetes e hipertensão, gestantes a partir do primeiro mês de gravidez e mulheres com idades entre 25 a 64 anos, faixa etária que precisa realizar o exame de prevenção do câncer do colo do útero.

 

As crianças com atraso no calendário vacinal básico, de 0 a 14 anos, também fazem parte do público-alvo do “Sabadão”, que está incorporando o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação.

 

Ação

 

O “Sabadão da Saúde” vem sendo realizado desde o primeiro sábado do mês de agosto e se estende até dia 27, com a proposta de contemplar um público formado por 43 mil pessoas, que segundo a Diretoria de Inteligência de Dados da Semsa, estão em atraso em um ou mais itens dos seus acompanhamentos na atenção primária.

 

Dos 43 mil usuários em atraso, há 16.062 pessoas com diagnóstico de diabetes e 29.887 com hipertensão, com pendências em consultas e exames necessários para controlar as doenças.

 

O número de gestantes em atraso com o pré-natal também chama a atenção, são 1.697 mulheres grávidas que precisam atualizar o acompanhamento da saúde com consultas, exames e orientações para garantir a saúde da mãe e do bebê.

 

Em relação às crianças em atraso com o calendário básico, a Semsa aponta que 3.934 estão nesta situação, o que sinaliza a importância de os pais estarem atentos para impedir o ressurgimento de doenças que já estavam controladas e podem prejudicar o desenvolvimento das crianças.

 

“Neste sábado, teremos o Dia ‘D’ contra a Pólio e a Multivacinação, é importante que os pais se sensibilizem sobre o quanto é fundamental levar suas crianças, para que elas tenham seu futuro com saúde”, reforçou Djalma.

 

Os usuários com confirmação ou suspeita de hipertensão ou diabetes, poderão ter acesso a consultas, a aferição de pressão arterial e ao exame de hemoglobina glicada. Poderão também renovar receita e ter seus medicamentos dispensados nos pontos de saúde. As pessoas que apresentam essas doenças e não passaram por avaliação médica nos últimos quatro meses, precisam procurar uma das unidades em funcionamento e apresentar receitas e se for possível, exames anteriores.

 

Além das   consultas de pré-natal, as mulheres entre 25 e 64 anos poderão fazer a coleta de exame preventivo do câncer do colo do útero.

 

Para ser atendido, o usuário precisa levar um documento de identificação com foto e CPF ou Cartão Nacional de Saúde (CNS). A lista atualizada dos pontos de saúde que funcionarão neste sábado pode ser conferida pelo o link bit.ly/UnidadesSabadao, pelo site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) e também pelas redes sociais da secretaria (@semsamanaus, no Instagram e Semsa Manaus, no facebook).

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.