Manaus, 07/12/2022

Brasil

THIAGUINHO SONHA EM GRAVAR MÚSICA COM DJAVAN E EVITA PENSAR EM PARCERIAS INTERNACINAIS

THIAGUINHO SONHA EM GRAVAR MÚSICA COM DJAVAN E EVITA PENSAR EM PARCERIAS INTERNACINAIS
14/10/2018 16h00

G1 – Thiaguinho descobriu que queria ser cantor de pagode ainda criança. Cresceu admirando nomes como Alexandre Pires, Rodriguinho, Belo e o próprio Péricles, com quem viria a dividir o palco mais tarde. Mas nem só de samba são feitas as influências do artista.

Durante uma passagem por Sorocaba (SP), no último fim de semana, o pagodeiro confessou ao G1 que sonha em fazer uma parceria com o cantor Djavan e, por enquanto, não se atreve a pensar em carreira no exterior.

“Graças a Deus já tive a oportunidade de cantar com todos os meus ídolos, mas Djavan é um que eu tenho vontade de gravar um dia. Admiro muita gente internacional, mas não tenho essa ousadia, não sei se chegaria lá”, conta.

Inclusive, um dos álbuns mais recentes do cantor, “Tardezinha”, lançado em 2017, inclui uma versão de uma canção bastante conhecida de Djavan: “Flor de Lis”.

Pagodeiro gostaria de gravar uma música em parceria com Djavan — Foto: Felipe Martini/FantásticoPagodeiro gostaria de gravar uma música em parceria com Djavan — Foto: Felipe Martini/Fantástico

Pagodeiro gostaria de gravar uma música em parceria com Djavan — Foto: Felipe Martini/Fantástico

A história de Thiaguinho com a música começou em 2002, quando o artista participou do reality show Fama, da TV Globo. No ano seguinte, foi convidado a ser o vocalista do Exaltasamba, grupo do qual fez parte durante nove anos até decidir dar o próximo passo em direção à carreira solo.

De lá para cá, o pagodeiro já gravou músicas com artistas de diferentes gêneros, como Rodriguinho, Lulu Santos, Rogério Flausino, Hellen Caroline e Ludmilla. Mais recentemente, Thiaguinho lançou “Um Dia Bom, Um Dia Besta”, com a cantora Sandy; e “Serei Luz”, em parceria com a banda de reggae Natirruts.

Mesmo flertando com outros estilos musicais, Thiaguinho garante que nunca vai deixar de lado a essência e pretende continuar defendendo a bandeira do pagode.

“O samba, o pagode, é um gênero muito brasileiro, muito querido por onde passa. Independente de momentos, se tem mais gente fazendo sucesso ou se não tem, eu vou viver de samba e vou viver amando o samba a vida toda”, completa.

Túnel do tempo do pagode

A apresentação de Thiaguinho em Sorocaba, na madrugada de sábado (6) para domingo (7), foi marcada por muita nostalgia para os saudosos do chamado “pagode anos 90”. O cantor subiu ao palco pouco depois da meia-noite e foi embora à 1h50, abrindo espaço para o segundo show da noite, que ficou por conta do carioca Ferrugem.

Durante quase duas horas, o pagodeiro agitou o público com canções da carreira solo, como “Caraca, Muleke!”, “Só Vem”, “Leite Condensado”, “Eu Sou o Cara Pra Você”, “Buquê de Flores”, “Ousadia e Alegria”, “Vamo Que Vamo”, “Energia Surreal” e “Acredito no Amor”, além de algumas tradicionais do grupo Exaltasamba.

“Valeu”, “Livre Pra Voar”, “Se Eu Ganho Um Beijo Seu”, “A Gente Bota Pra Quebrar”, “Tchau e Bença”, “Abandonado”, “Ponto Fraco”, “Tá Vendo Aquela Lua”, “Fugidinha” (que ficou internacionalmente famosa na voz de Michel Teló) e “Jogo de Sedução” fizeram parte do repertório.

Em seguida, Thiaguinho deu início ao que chamou de “túnel do tempo do pagode”, com “Ela mexe comigo”, do Revelação; “Tô Te Filmando (Sorria)”, do grupo Os Travessos; “É Tarde Demais”, do Raça Negra; e “Depois do Prazer”, do Só Pra Contrariar – nesta, o cantor aproveitou para elogiar o ídolo Alexande Pires.

Ainda sobrou tempo interpretar músicas de outros artistas, como “Shape of You”, de Ed Sheeran; “Tchutchuca”, do Bonde do Tigrão; “O Que É, O Que É”, de Gonzaguinha; “O Sol”, de Vitor Kley; “Só Hoje”, do Jota Quest; “Cerveja de Garrafa”, do Atitude 67; “Pé na Areia”, de Diogo Nogueira; “Fazer Falta”, de MC Livinho; “Amar Amei”, de MC Don Juan; e “Só Quer Vrau”, de MC MM e DJ RD.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.