Política

Wilker propõe que Governo e Prefeitura prorroguem as cobranças de impostos durante a suspensão do comércio no AM

Wilker propõe que Governo e Prefeitura prorroguem as cobranças de impostos durante a suspensão do comércio no AM


Com o fechamento do comércio e a suspensão dos serviços não essenciais no Amazonas, por conta do segundo pico de novos casos do novo coronavírus (Covid-19), o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) sugeriu nesta quinta-feira, 14, que o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus prorroguem as cobranças do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Taxa de Verificação de Funcionamento Regular (Alvará).

Em vídeo postado nas suas redes sociais, o parlamentar afirmou que o adiamento nos vencimentos dos tributos amenizará a situação financeira da sociedade amazonense durante a suspensão das atividades comerciais no Estado.

“Na condição de cidadão e economista, faço um apelo para que o governador prorrogue a cobrança do IPVA de janeiro, enquanto perdurar o bloqueio do comércio. Ao mesmo tempo, a Prefeitura precisa suavizar a questão do IPTU e do Alvará. Não é isentar, mas não é justo impor ao cidadão um sofrimento de taxas e impostos num momento que ninguém está ganhando dinheiro”, explicou Barreto.

O deputado salientou, ainda, que a medida ajudará o contribuinte a investir na compra de medicamentos para o combate da Covid-19. “Nós temos que permitir que o povo, aquele que precisa ganhar o seu dinheiro, possa respirar enquanto o comércio está parado. Desta forma, sobra um pouco mais de dinheiro para a compra de remédios e mantimentos”, finalizou.