Manaus, 20/08/2022

Mundo

BANDO QUE ASSALTOU RIHANNA PLANEJAVA AÇÕES CONTRA OUTROS FAMOSOS

Cantoras Rihanna foto:Reprodução
Cantoras Rihanna foto:Reprodução
04/10/2018 11h30

A Polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, anunciou que foram presos os ladrões que assaltaram diversas residências de famosos, entre elas da cantora Rihanna, e que tinham planos para roubar as casas do astro da NBA, LeBron James, e do ator Matt Damon.

As prisões ocorreram na semana passada, depois que os criminosos assaltaram a casa de Robert Woods, jogador do Los Angeles Rams, da NFL, enquanto ele estava jogando pelo seu time contra o Minnesota Vikings, informou, em entrevista coletiva, a porta-voz da polícia de Los Angeles, Lillian Carranza.

Os detidos são três jovens membros de gangues, entre 18 e 19 anos, com quem os policiais encontraram objetos e armas de Woods no interior do veículo onde estavam quando foram abordados depois do roubo.

No automóvel também foram encontrados objetos das cantoras Rihanna e Christina Milian, assim como do jogador de beisebol, o cubano Yasiel Puig, e as autoridades acreditam que o bando é responsável por muitos outros roubos a casas de famosos.

Durante as buscas subsequentes, as autoridades efetuaram uma quarta detenção, a da mãe de um dos jovens, de 34 anos, em cuja residência encontraram US$ 50 mil em dinheiro, além de relógios, joias e bolsas.

O registro também encontrou uma lista de possíveis vítimas com seus endereços, que incluem Lebron James, Matt Damon e a atriz Viola Davis.

Segundo as autoridades, os ladrões vestiam roupas caras e utilizavam veículos de luxo para passar despercebidos nos bairros de ricos e famosos de Los Angeles.

Eles estudavam os hábitos de suas vítimas e entravam nas casas quando estavam vazias, quebrando uma janela.

 

Fonte:Agência EFE

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.