Manaus, 15/08/2022

Política

Bolsonaro Repudia Ato Que Ceifou A Vida De Um Petista

Fonte: CNN
Fonte: CNN
11/07/2022 11h46

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta 2ª feira (11.jul.2022) que a morte do guarda-municipal Marcelo Aloizio Arruda, petista assassinado a tiros, foi “uma briga de duas pessoas”. Ele comparou o caso com a facada que sofreu em 2018 ao falar que o autor dos disparos seria “bolsonarista”. “Vocês viram o que aconteceu ontem, uma briga de duas pessoas, lá em Foz do Iguaçu? [Disseram] “Bolsonarista”, não sei o que lá. Agora, ninguém fala que o Adélio é filiado ao Psol, né?”, disse em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. Bolsonaro afirmou que o ocorrido com o senhor de 50 anos, foi o mesmo que ocorreu com ele quando Adélio Bispo, filiado do PSOL lhe deu uma facada que por muito pouco lhe tira a vida. Isso não é política, afirma o presidente.

             Presidente Jair Bolsonaro 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.