Manaus, 11/08/2022

Cidade

David Almeida anuncia alargamento da avenida Efigênio Salles

Alargamento compreende área da avenida Recife (Mário Ypiranga) e a avenida Via Láctea, na entrada do conjunto Morada do Sol (Foto: Reprodução/Google Street View).
Alargamento compreende área da avenida Recife (Mário Ypiranga) e a avenida Via Láctea, na entrada do conjunto Morada do Sol (Foto: Reprodução/Google Street View).
07/07/2022 14h50

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), anunciou na manhã desta terça-feira (5), o alargamento da avenida Efigênio Salles, uma das principais vias que ligam a Zona Centro-Sul ao resto de Manaus. O anúncio foi dado durante visita do chefe do poder executivo municipal ao Museu do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

“Estamos trabalhando a questão da mobilidade urbana no trânsito. Então uma ação como essa, a eliminação de um semáforo em uma via como a Efigênio Salles, uma das mais importantes [de Manaus], vem nos ajudar com a mobilidade urbana. Nós estamos trabalhando na construção de uma passarela e alargamento desde a [avenida] Recife até a [avenida] Via Láctea, na entrada do [conjunto] Morada do Sol. É uma obra complexa, dentre licitação e execução do projeto. Nós temos uma estimativa de até 12 meses para entrega. Acredito que esse prazo nós possamos até diminuí-lo”, destacou o prefeito.

Construção de passarelas

Como mencionado por David, sua visita ao conselheiro do TCE, Érico Desterro, se deu para apresentar o anteprojeto para a construção da passarela que será erguida em frente ao tribunal.

“A gente espera que ao construímos essa obra, o próprio tribunal possa dar manutenção, possa estar cuidando, zelando dessa passarela. Assim como outras ações que iremos fazer com outros poderes e instituições privadas para que nós possamos dessa forma modernizar as nossas passarelas e melhorarmos a mobilidade urbana da nossa cidade”, acrescentou Almeida.

O subsecretário de Obras Públicas da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Madson Rodrigues, descreveu o planejamento para construção da passarela e alargamento da via. Segundo ele, a passarela deve ficar pronta em até seis meses, já a via deve ser entregue em 12 meses, como anunciou o prefeito.

“Trata-se de um alargamento da via, antecipado pelo prefeito. Vamos tirar um pouco do canteiro central, um pouco da calçada, algumas desapropriações pontuais. Vamos fazer um novo asfalto com a calçada de concreto e a construção da passarela em si, vai ser de estrutura metálica pré-moldada. Então iremos trabalhar com duas torres com fundação profunda e com dois elevadores. A passarela vai vir transportada por um guindaste. E, provavelmente a passarela [seja entregue] no máximo seis meses. A obra toda seja concluída no máximo 12 meses”, descreveu Rodrigues.

De acordo com o subsecretário, a obra está orçada no valor de aproximadamente R$ 9 milhões.

Parcerias

O conselheiro Érico Desterro ressaltou que o TCE-AM se propõe em firmar a parceria com a prefeitura devido a necessidade de intervenção na avenida Efigênio Salles.

“Há muito tempo os prefeitos vem prometendo solucionar a mobilidade urbana nesta via que fica em frente ao tribunal. É um motivo de queixa da população em geral sobre o semáforo que interrompe o fluxo da via. Comemoro isso. O prefeito revela que ao fim da construção assumirá parcialmente a manutenção da passarela. Acredito que o futuro é esse, a parceria dos poderes públicos e privados para manter praças, o aparelhamento da cidade comum. Se nós pudermos, evidentemente levaremos isso adiante”, pontuou Desterro.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.