Manaus, 19/08/2022

Polícia

Empresária é notificada após postar fotos de crianças com biquíni de fita nas redes sociais

Empresária é notificada após postar fotos de crianças com biquíni de fita nas redes sociais
04/08/2022 10h10

Uma empresária do ramo de bronzeamento artificial, identificada como sendo Danny Silva, foi notificada pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), após a mesma divulgar fotos de duas crianças seminuas utilizando biquínis de fita no espaço da empresa em Manaus.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, as crianças seriam sobrinhas da empresária, que queria divulgar o espaço de bronzeamento Danny Bronze, que pertence a ela. A empresária tentou se justificar na internet afirmando que tinha autorização da mãe das crianças.

A mulher foi notificada e deve comparecer na sexta-feira (5) a delegacia, juntamente com a mãe das menores para prestar esclarecimentos sobre o caso.

“A gente vai investigar, sobretudo, a intenção dessa publicação, dessa divulgação. Se era para atrair clientes para o estúdio ou se era para expor mesmo aquelas crianças. A responsável legal pelas crianças também deve traze-las para que elas possam passar por uma entrevista para que a gente possa saber a real intenção do que foi realizado nesse estúdio”, disse.

“A gente sabe que é um risco muito grande divulgar foto de crianças com pouca roupa, considerando o histórico que a gente vê de prostituição infantil e pornografia, que é uma das formas de exploração sexual. Então as vezes, as pessoas por falta de conhecimento e orientação, acabam divulgando as fotos de menores, e isso, uma vez caindo na rede, pode virar um objeto de troca e venda por pedófilos”, concluiu a delegada.

O caso repercutiu nesta semana nas redes sociais após uma página de fofoca do Instagram divulgar as imagens, denunciadas pela blogueira Caila Carim, pré-candidata a deputada estadual pelo PMB.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.