Manaus, 02/10/2022

Cidade

Fechado desde 2019, Tropical Hotel deverá ser reaberto em dezembro deste ano

Fechado desde 2019, Tropical Hotel deverá ser reaberto em dezembro deste ano
23/08/2022 10h20

Fechado desde 2019, o Tropical Hotel, situado às margens do Rio Negro, em Manaus, deve retomar as atividades em dezembro deste ano, de acordo com o Grupo Fametro, que arrematou o empreendimento em um leilão há dois anos. A previsão é que sejam geradas mil vagas de empregos diretos com a reabertura.

Um dos mais famosos empreendimentos da Amazônia e considerado um dos mais luxuosos hotéis da região durante o seu auge, o Hotel Tropical teve a falência decretada por conta de dívidas trabalhistas e com a concessionária de energia elétrica.

O hotel está passando por uma série de reformas, em um processo de retrofit, no qual a arquitetura original é preservada e readequada à legislação vigente.

O hotel conta com 520 apartamentos, spa, academia, quadra de esporte, restaurantes, duas piscinas grandes e dois espaços kids, um interno e outro externo, que serão construídos.

Segundo o Grupo Fametro, uma das novidades da reforma será o restaurante com vista panorâmica. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 100 milhões.

Hotel Tropical

Inaugurado nos anos 70, o Hotel Tropical fazia parte do grupo Varig, que, na época, era a principal empresa aérea do Brasil. Os 611 apartamentos estavam sempre lotados de celebridades que visitavam a região. Mas, a falência da Varig também derrubou o grande hotel da selva.

Hotel Tropical, localizado na Zona Oeste de Manaus — Foto: Divulgação

O Tropical parou de receber hóspedes em maio de 2019, depois que cortaram a energia do hotel. As contas atrasadas superavam R$ 20 milhões. Desde 2011, a administração do hotel não depositava o Fundo de Garantia nem o INSS dos novos funcionários que contratava e não pagou as rescisões de ninguém. A dívida trabalhista foi estimada em cerca de R$ 20 milhões.

O hotel foi leiloado por mais de R$ 91 milhões. Anteriormente, o imóvel já havia recebido ofertas de compras por outras três empresas, que desistiram do arremate.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.