Manaus, 30/01/2023

Cultura e Entretenimento

Forró Brizado assina contrato com gigante de distribuição digital de música

Forró Brizado assina contrato com gigante de distribuição digital de música
01/12/2022 13h30

A banda amazonense Forró Brizado assinou contrato com a ONErpm, uma das maiores plataformas de distribuição digital de música do mundo, no dia 4 de novembro deste ano. Há quase 3 anos no cenário musical, o grupo pretende expandir o trabalho a nível nacional.

Segundo o proprietário e guitarrista da banda, Heluan Júnior, o “Poney”, a parceria marca uma nova fase na carreira da Forró Brizado. A expectativa é que o trabalho realizado com a OneRPM impulsione o alcance, além do Amazonas.

“Nós sonhamos e não esperávamos que fosse chegar tão rápido. Hoje temos a oportunidade de fechar contrato com uma das maiores distribuidoras do país, que vai ampliar a divulgação do nosso trabalho, em especial o autoral, para várias regiões. Não teremos apenas um alcance local, mas agora será em todo o país. É muito significativo, mas também vemos com uma grande responsabilidade e nos sentimos desafiados a trazer resultados”, pontuou.

A banda possui trabalhos autorais, que são divulgados no canal do Youtube e já contam com mais de 71 mil visualizações. Com o novo contrato, a meta é investir em mais produções próprias.

O Forró Brizado já faz uma ‘boa mistura’ em seus shows, mesclando o estilo com sertanejo e boi bumbá, por exemplo, e Poney não descarta futuras parcerias com artistas de outros gêneros musicais. Além, é claro, de manter a parceria com outras bandas de forró.

“O forró é muito forte na nossa região. Nós damos uma misturada no forró com sertanejo, uma sofrência ali e dá muito certo. É muito importante essa mesclagem porque atinge várias pessoas. Por exemplo, fazemos um single com alguém do rock. A galera do rock vai conhecer o nosso trabalho e, consequentemente, a galera do forró vai conhecer o trabalho da banda de rock”, explica.

O estilo de trabalho do Forró Brizado deu tão certo que em dezembro, a banda vai lançar um single chamado ”Operação malsucedida”, em parceria com a nova estrela do forró nordestino, Lucca Medeiros. Um dos objetivos de 2023 da banda com a ONErpm é se projetar regionalmente e nacionalmente, principalmente no nordeste, onde o forró é bastante popular.

“Nós fechamos essa parceria com a ONErpm porque sabemos que isso pode ajudar nosso trabalho a ir mais longe e invadir o Amazonas todo. E quem sabe o Brasil, né? Essa é a nossa meta, se Deus quiser, chegar ao nível Brasil e vai dar certo”, conta um esperançoso Poney.

Atualmente, a banda conta com 11 integrantes. São dois vocalistas, um baixista, um tecladista, um percussionista e um baterista, além do técnico de som e mais quatro produtores.

De acordo com o gerente do Norte e Nordeste da ONErpm, Julian Lepick, o forró do Amazonas é diferenciado de outros estados como Ceará e Bahia. E dentro deste potencial cultural, a empresa tem buscado conhecer as mais distintas cenas musicais presentes no estado, se aproximando dos artistas para fazer projeções, fato que ocorreu com a Forró Brizado.

“Eu estava monitorando as músicas virais da Região Norte e vi o nome deles. Eu já tinha notado anteriormente porque sempre faço trabalho com BI (business intelligence) voltado pra música. Quando vi a segunda vez, eu escutei novamente, conheci o som e gostei bastante. Conversamos, entendemos os planos e a visão de carreira, e me coloquei à disposição para construir uma história de sucesso juntos. Nós precisamos encontrar novos potenciais. Nossa visão para a Brizado é um alcance que vai além do Norte”, pontuou.

ONErpm

A ONErpm (One Revolution People’s Music) é uma plataforma de distribuição digital de música, que está presente na América Latina, América do Norte, Europa, África e Oceania. A empresa representa grandes artistas como Elba Ramalho, Joelma, Michel Teló, Péricles, Claudia Leite, dentre outros, além de fomentar a carreira de artistas independentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.