Manaus, 20/04/2021

Mundo

LinkedIn: Vazamento de dados expõe 500 milhões de usuários

LinkedIn: Vazamento de dados expõe 500 milhões de usuários
07/04/2021 15h10

500 milhões de usuários do LinkedIn tiveram informações pessoais vazadas, sendo eles oito milhões de brasileiros. De acordo com a empresa de segurança eletrônica Cybernews, os dados estão à venda na dark web, e incluem amostras gratuitas de dois milhões de usuários.

Entre as informações vazadas estão nomes completos, endereços de e-mail, números de telefone, informações sobre o local de trabalho, gênero, e dados sobre a vida profissional. Contudo, não foram identificadas informações consideradas sensíveis, como senhas de acesso, conversas privadas, ou dados financeiros de usuários que pagam planos especiais no LinkedIn.

A Cybernews, que atestou a veracidade do material, disse que, embora não possua dados sigilosos, o vazamento não é inofensivo, e pode resultar em golpes.

Em resposta ao Canaltech, o LinkedIn emitiu uma nota sobre o caso.

– Embora ainda estejamos investigando esta questão, o conjunto de dados postado parece incluir informações publicamente visíveis que foram extraídas do LinkedIn combinadas com dados agregados de outros sites ou empresas. A coleta de informações de nossos usuários do LinkedIn viola nossos termos de serviço e, por isso, estamos constantemente trabalhando para proteger nossa comunidade e seus dados.