Manaus, 10/08/2022

Amazonas

Mulheres indígenas recebem ação de combate a pobreza menstrual por meio da produção de absorventes ecológicos em Manaus

Fotos: Emile Gomes
Fotos: Emile Gomes
30/06/2022 11h20

O Parque das Tribos, primeiro bairro indígena de Manaus, localizado na zona oeste da cidade, abriga cerca de 2.800 indígenas de 35 etnias diferentes. O local encontra-se em situação de pobreza, com dificuldade de acessos a serviços básicos, como saneamento, pavimentação e principalmente, à saúde.

Mulheres são mais propensas a estarem em situação de pobreza, é o que mostra o Índice de feminidade da pobreza de 2019, elaborado pelo Observatório de Igualdade de Gênero da América Latina e do Caribe, e a estatística aumenta em lares com maior presença de crianças. Mulheres em situação de pobreza não possuem recursos para realizar sua higiene durante o período menstrual.

Foi pensando nisso, que o Rebbú vai realizar sua terceira ação de combate a pobreza menstrual no Amazonas nos dias 01 e 03 de julho com mulheres indígenas do Parque das Tribos. A ação contará com dois momentos, o primeiro é a oficina com mulheres costureiras do bairro para confecção de absorventes ecológicos e o segundo a doação de kits de higiene com três absorventes ecológicos, sabonete, creme dental e escova de dente para moradoras da região.

“A população indígena que vive nas periferias de Manaus está mais desamparada e propensa a viver em situações de pobreza extrema do que nas aldeias indígenas. Não possuem terra para o seu sustento, sofrem preconceito e muitas dificuldades para conseguir um emprego formal. No Parque das Tribos, a maioria das famílias são chefiadas por mulheres, sendo a maioria mães solos que passam por pobreza menstrual. É sob esse cenário que o projeto vem agregar” destacou, Juliana Gonçalves, fundadora do Rebbú.

A ação beneficiará 80 mulheres e conta com a parceria do Ateliê Derequine, apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e doações de pessoas físicas.

Como ajudar:

 https://apoia.se/naoapobrezamenstrual

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.