]

Manaus, 02/12/2021

Política

Na reta final da campanha, Arthur Virgílio reafirma compromisso com a Amazônia e o resgate da social-democracia

 Foto - Karla Vieira / Assessoria AVN
 Foto - Karla Vieira / Assessoria AVN
10/11/2021 16h00

Faltando pouco mais de uma semana para o final da campanha e a realização das eleições primárias do PSDB, para a escolha do candidato do partido  nas eleições presidenciais de 2022, no próximo dia 21, o ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, reafirmou seu compromisso com a defesa da Amazônia e a necessidade de um Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável para a região, além da construção de um novo conceito da social-democracia.

Em longa entrevista concedida ao Jornal do Estado, de Natal, onde cumpriu agenda na última semana, Arthur Virgílio fez um balanço otimista de sua campanha pelo Brasil, que ele definiu ser mais que uma campanha, sendo uma verdadeira cruzada em defesa da Amazônia, da democracia, do PSDB, do soerguimento da economia e da redução da pobreza, fome e desigualdades sociais, cruzada onde agora também está incluído o Nordeste, que ele percorreu durante quatro dias, visitando em média duas cidades por dia, e para onde pretende retornar no próximo final de semana, logo após o segundo debate dos presidenciáveis.

“O Nordeste me recebeu de braços abertos, foi uma passagem rápida, mas intensa, e eu estou agregando essa região às minhas prioridades, assim como a Amazônia, por entender que ambas regiões são de vital importância para o desenvolvimento e para o futuro do país”, afirmou. “Eu ficarei feliz com qualquer resultado das prévias e com a quantidade de votos que terei. Tenho certeza, que mesmo os que não votarem em mim, votarão nas minhas causas”, afirmou.

Ao jornal potiguar, Virgílio disse que vê um grande espaço aberto para a terceira via, uma vez que ambos os candidatos da chamada polarização têm rejeições altas. “Eu vejo um grande espaço para a terceira via se unificar, crescer e conseguir a vitória. Mas se houver excessos de egos, cada um achando que é a melhor escolha, esse será o caminho da derrota”, alertou.

Arthur, no entanto, aponta que o PSDB reúne condições de conduzir o país a partir das eleições de 2022. “Que partido teria mais condições? Todos os outros partidos afirmam que vão fazer, nós já fizemos, temos a prática, deixamos um legado enorme no campo econômico, administrativo e de transparência pública. Isso é fato”, conclui. Mas, advertiu: “o partido deve estar pronto, após as prévias, para construir as alianças necessárias com aliados decentes e sem concessões a desejos espúrios”, apontou.

Na próxima sexta-feira (12), Arthur Virgílio se enfrentará, na segunda rodada de debates, desta vez promovida pelo grupo o Estado de São Paulo, com os demais candidatos nas prévias, os governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS). Logo depois ele deverá retornar ao Nordeste para encerrar o seu giro pelo Brasil. As prévias serão realizadas no dia 21 de novembro.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.