Manaus, 29/11/2022

Mundo

Papa Francisco pede “paz entre as nações” durante a Copa do Mundo

Foto: REUTERS/Remo Casilli
Foto: REUTERS/Remo Casilli
23/11/2022 12h20

Após pedir por direitos e condições justas a mulheres e trabalhadores durante sua viagem ao Bahrein, o papa Francisco pregou a paz durante a Copa do Mundo no Catar, ao final da audiência geral, realizada nesta quarta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

“Gostaria de enviar uma saudação aos jogadores, torcedores e espectadores, que acompanham a Copa do Mundo que está acontecendo no Catar de vários continentes. Que este importante evento seja uma ocasião de encontro e paz entre as nações para promover a fraternidade e a paz entre os povos”, declarou o papa Francisco.

A declaração do papa tem ligação com as denúncias recebidas pelo Catar sobre desrespeito aos direitos humanos. O país recebeu inúmeras críticas sobre tratamentos aos trabalhadores migrantes, mulheres e comunidade LGBT+.

No Catar, as mulheres têm pouca liberdade e precisam pedir permissão para tomar as principais decisões sobre o futuro da sua vida. As relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo são criminalizadas e com penas aplicáveis em lei. Há relatos ainda de que milhares de trabalhadores migrantes morreram durante as construções dos estádios.

A Fifa ainda proibiu e prometeu punir com cartão amarelo o jogador que entrasse em campo com a braçadeira de capitão com as cores do arco-íris em apoio à comunidade LGBT+.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.