Manaus, 29/09/2022

Cidade

Phelippe Daou é homenageado na Aleam durante sessão em comemoração ao Dia do Estudante

Phelippe Daou é homenageado na Aleam durante sessão em comemoração ao Dia do Estudante
12/08/2022 11h20

O jornalista Phelippe Daou, fundador da Rede Amazônica, foi homenageado durante Sessão Especial, realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quinta-feira (11), em comemoração ao Dia Nacional do Estudante.

Falecido em 2016, Phelippe Daou presidiu a União dos Estudantes do Amazonas (UEA) nos anos de 1951 e 1952. Entre os destaques de sua gestão, estão a consolidação do espaço onde funcionava a antiga sede da entidade, no Centro de Manaus, a implementação do restaurante do estudante, e a participação na elaboração da União dos Estudantes Secundaristas do Amazonas (Uesa).

A cerimônia foi acompanhada pela filha do jornalista e presidente da Fundação Rede Amazônica, Cláudia Paixão e Silva. Ela destacou o ativismo desenvolvido por Phelippe Daou em favor da educação ao longo de toda a sua trajetória.

“Meu pai sempre lutou para que todos tivessem uma boa formação, para que todos tivessem condições de estudar. Ele sempre falava que a região só poderia ser desenvolvida, se as pessoas conseguissem se desenvolver, se tivessem condições de estudar. Então, ele sempre atuou bastante nesse sentido”, disse Cláudia.

Recortes de jornais da época mostram que a posse de Phelippe Daou como presidente da entidade ocorreu em janeiro de 1951, sucedendo Armando Menezes.

Um dos mais tradicionais movimentos estudantis do Amazonas, a UEA ajudou a garantir a meia-entrada ao cinema e no sistema de transporte público. Por fazer oposição aos governos militares, as atividades da organização foram proibidas durante a ditadura.

Reivindicações

Além de homenagens, estudantes e ativistas também participaram da solenidade para fazer reivindicações.

Mário Lúcio Covas, atual presidente da UEA e da Uesa, ressaltou a necessidade de melhorar os investimento voltados à área, em todo o estado.

“Precisamos olhar com mais atenção à educação. As escolas vivem com falta de estrutura, de professores e de condições dignas de aprendizagem”, afirmou Mário.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.