Manaus, 14/05/2021

Amazonas

Polícia Civil do Amazonas alerta para golpes nas compras em aplicativos de venda

Reprodução/Internet
Reprodução/Internet
24/03/2021 10h15

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção ao Consumidor (Decon), faz um alerta à população sobre golpes nas compras em aplicativos de vendas, que são considerados os novos classificados do comércio eletrônico. Esse procedimento pode abrir margem para riscos de segurança, sobretudo na hora do pagamento.

O delegado Eduardo Paixão, titular da Decon, salienta que houve um aumento significativo dos golpes e estelionatos virtuais nesse período de pandemia, e dá dicas de como evitar problemas e seguir a compra com segurança.

“É importante que o interessado na compra desconfie de valores muito abaixo do mercado, que suspeite de vendedores anônimos e e-mails de pessoas que não querem falar pessoalmente. Além disso, a negociação presencial deve sempre ser acompanhada de outras pessoas e apenas em espaços públicos”, orienta a autoridade policial.

Outra dica importante do delegado, é que o pagamento deve ser feito somente ao dono do automóvel ou imóvel conforme consta na documentação. “Jamais pague para pessoa diferente, e não pague em espécie, apenas transferência bancária para o proprietário verdadeiro e caso esteja na dúvida, não feche negócio”, reforça o delegado.

Paixão destaca que o crime de estelionato virtual com prejuízo superior a dez salários é investigado pela Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Cibernéticos (Dercc), se o prejuízo for de valor inferior, cabe ao Distrito Policial do bairro onde aconteceu o crime investigar o estelionato.

É importante lembrar que a PC-AM investiga crimes, já a recuperação do prejuízo financeiro depende da ação competente na Justiça, contra quem recebeu a quantia indevidamente. Caso haja omissão por parte do aplicativo de vendas, este ainda pode ser responsável por indenizar a vítima do golpe.

A Decon-AM está localizada na Rua Desembargador Felismino Soares, 155, Colônia Oliveira Machado e mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (92) 3214-2264.

via assessoria