]

Manaus, 30/11/2021

Geral

Policiamento é reforçado antes das eleições para prefeito em Coari

Policiamento é reforçado antes das eleições para prefeito em Coari
16/11/2021 16h45

Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) aprovaram, na última quarta-feira (11), o pedido de forças federais para a eleição suplementar que ocorrerá em Coari (a 363 quilômetros de Manaus) no próximo dia 5 de dezembro. O colegiado considerou o “histórico público e notório de violência e desordem” em pleitos passados.

O pedido foi feito pelo Cartório Eleitoral da 8ª Zona Eleitoral, responsável pela eleição no município coariense, para “garantir a ordem e a segurança do pleito”. O órgão citou o atentado ao ex-prefeito Igson Monteiro e à Câmara Municipal, no ano de 2015, e ao ex-prefeito Raimundo Magalhães e manifestações em frente ao cartório eleitoral.

Além das forças nacionais, o governo estadual pretende enviar 84 policiais militares e um oficial, que irá coordenar as ações no município.

Conforme planejamento da PM, a zona rural contará com um efetivo de 40 policiais militares, no sábado e domingo de eleições; enquanto a zona urbana contará com 42 policiais no sábado (4), para fazer a guarnição das urnas, e 42 no domingo (5), durante as votações.

Nova eleição municipal

As novas eleições em Coari foram marcadas para dezembro após a cassação do mandato do então prefeito Adail Filho e o vice, Keitton Pinheiro, que tinham sido reeleitos no 1º turno das eleições municipais de 2020.

A determinação do TRE justificou que eles não poderiam comandar a prefeitura, pois seria o terceiro mandato consecutivo do mesmo núcleo familiar na cidade. Isso porque Adail é filho do ex-prefeito da cidade, Adail Pinheiro, eleito em 2012, mas com mandato cassado em 2014. Com o afastamento dele, Raimundo Magalhães assumiu a prefeitura e completou o mandato. Porém, em 2016, Adail Filho foi eleito prefeito e reeleito em 2020.

Atualmente, a cidade está sob o comando da presidente da Câmara de Coari, Dulce Menezes, por determinação do TRE.

As eleições deste ano contam com quatro pré-candidatos: o antigo vice-prefeito, Keitton Pinheiro (PP), Robson Tiradentes (PSC), Zé Henrique (PL) e Mil Mitouso (PSB).

 

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.