PORTO DE COARI QUE JÁ ESTAVA ABANDONADO HÁ ANOS SERÁ DESMONTADO PELO GOVERNO FEDERAL

Porto improvisado de Coari Foto: Divulgação.

Em vários municípios do Amazonas a porta de entrada é através dos portos, que muitos vezes estão sucateados e esquecidos pelo poder público. Um grande exemplo disso é o porto de Coari que foi reinaugurado em 2013, porém abandonado pelo governo estadual e principalmente pelo governo municipal.  A falta de infraestrutura portuária fez com que o porto fosse desativado por correr risco de desabamento.

Para embarcar e desembarca no município, os moradores tem que andar 300 metros de lama para chegar em uma balsa que está atracada na orla do Lago de Coari. A população geral continuará sofrendo por falta de infraestrutura portuária, o governo federal irá desmontar sete portos do interior do Amazonas, são eles: Os portos de Iranduba, Borba, Nova Olinda do Norte, Santa Isabel do Rio Negro, Canutama, Coari e Itacoatiara estão sendo desativados e todos os seus funcionários estão retornando para casa porque não estão sendo pagos.

“Sob o comando do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, há um desmonte dos portos do interior do Amazonas, que tem apenas 10 municípios com ligação rodoviária com a capital. Por conta dos problemas técnicos, já estão parados os portos de Iranduba, Borba, Nova Olinda do Norte, Santa Isabel do Rio Negro, Canutama, Coari e Itacoatiara”, informou o deputado federal Marcelo Ramos.

Os cidadãos amazonenses continuam a sofrer sanções do governo federal, que já tirou o processo de tramitação, no Congresso Nacional, de criação das Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas, a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões e novos institutos federais.