Manaus, 15/05/2021

Amazonas

Prefeitura inicia nova etapa de vacinação na zona rural rodoviária de Manaus nesta segunda-feira

Prefeitura inicia nova etapa de vacinação na zona rural rodoviária de Manaus nesta segunda-feira
26/04/2021 12h34

Até a próxima sexta-feira, 30/4, equipes de vacinação da Prefeitura de Manaus estarão percorrendo os ramais das áreas de abrangência das unidades de saúde situadas nas rodovias AM-010 e BR-174, para levar a imunização a 1.524 moradores dessas localidades. Parte desse público concluirá o ciclo de imunização: idosos de 60 anos e mais e trabalhadores da saúde, que receberão a segunda dose da vacina contra a Covid-19. As pessoas com as comorbidades descritas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação – 434 deste total -, começarão a ser imunizadas nesta semana.

“Muita gente não sabe, mas a dimensão territorial de Manaus é extensa e compreende áreas terrestres e fluviais. Enfrentar uma pandemia nessas condições, requer planejamento e logística diferenciados, principalmente para garantir que a vacina chegue a cada um dos habitantes dessas localidades. Na área rodoviária temos quatro UBSs, que são o ponto de apoio, que cuidam de 31 ramais. As famílias moram a quilômetros umas das outras. Nossa tarefa é ir à casa de cada uma delas para vacinar”, destaca o prefeito de Manaus, David Almeida.

A partir desta segunda-feira, as equipes de vacinação farão visitas domiciliares nas casas dos idosos e das pessoas com comorbidades já cadastrados e conhecidos por todos os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que atuam diariamente nas comunidades. O Exército brasileiro, por intermédio do Comando Militar da Amazônia (CMA), estará dando suporte na logística necessária nessa ação de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explica que a vacinação nessas localidades se dará diariamente de forma simultânea. “O trabalho está organizado para que a vacinação nessas comunidades ocorra de acordo com a unidade de saúde de abrangência, com visitas domiciliares e postos fixos, seguindo a programação de atender a cada ramal, sempre observando os cuidados, a fim de evitar a transmissão do coronavírus”, assegura.

Para otimizar o trabalho, o Distrito de Saúde Rural realizou articulação prévia com líderes comunitários como padres, pastores, presidentes de associações/bairros, conselheiros locais de saúde, entre outras lideranças, que ficaram responsáveis por informar aos moradores as datas previstas para a vacinação.

Na ocasião, as equipes de vacinadores da Semsa aproveitarão para identificar pessoas dos grupos prioritários, que não tenham recebido a primeira dose por algum motivo, e providenciar a imunização.

A UBS Pau-Rosa cobre 13 ramais (Pau-Rosa, Cooperativa, das Pedras, São José, Boa Esperança, dos Amigos, da Usina, Felicidade 1 e 2, Buriti, Quebra Galho, Santa Luzia, Cristo Rei), nos quais serão vacinados 431 idosos de 60 anos e mais com a segunda dose; 33 profissionais de saúde com a segunda dose e 85 pessoas com comorbidades, com a primeira dose.

Na UBS Conselheira Ada Viana, que atende a cinco ramais (Rio Branquinho, Portal do Caribe, São Francisco, Castanheira e ZF 1), a Semsa deverá imunizar 198 pessoas de 60 anos e mais e 14 trabalhadores de saúde com a segunda dose; e 73 pessoas com comorbidades com a primeira dose.

Na UBS São Pedro, nos seis ramais (Leão, Água Branca 1 e 2, Vila Bom Jesus, Bons Amigos, Matrinxã), 26 profissionais de saúde e 185 idosos de 60 anos e mais concluirão o ciclo vacinal com a segunda dose; e 130 pessoas com comorbidades serão vacinadas contra a Covid-19 pela primeira vez.

E na UBS Efigênio Sales, que tem sete ramais (Areal, São Francisco 1, 2 e 3, Nova Jerusalém, União, Santo Antônio), a vacinação alcançará 179 pessoas de 60 anos e mais, além de 24 trabalhadores da saúde com a segunda dose e 146 pessoas com comorbidades receberão a primeira dose da vacina.

Fotos – João Viana / Arquivo Semcom