Manaus, 29/11/2022

Esportes

Primeiro dia do Copa na Arena arrecada 100 brinquedos e 1,5 tonelada de alimentos

Primeiro dia do Copa na Arena arrecada 100 brinquedos e 1,5 tonelada de alimentos
25/11/2022 10h10

No primeiro jogo da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar, realizado na quinta-feira (24/11), o projeto Copa na Arena, do Governo do Estado, arrecadou 100 brinquedos e 1,5 tonelada de alimentos não perecíveis. As arrecadações serão destinadas para crianças em situação de vulnerabilidade social, por meio da campanha “O Mundo Encantado do Natal”.

Neste ano, a ação de arrecadação de brinquedos, coordenada pela primeira-dama Taiana Lima, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), tem como objetivo alcançar mais de 300 mil crianças de 0 a 12 anos, em todo o Amazonas, explicou a secretária executiva do FPS, Kathelen Braz.

“Em dias de jogos da Seleção Brasileira, nós teremos um ponto de arrecadação aqui na Arena da Amazônia, para que aquelas pessoas que venham assistir aos jogos e tenham interesse em contribuir com a nossa campanha tragam o seu presente, para que a gente possa entregar para as crianças em situação de vulnerabilidade do nosso estado e, dessa forma, levar ainda mais encantamento neste Natal”,  frisou.

Ao todo, a campanha de arrecadação de brinquedos conta com 18 pontos fixos de coleta espalhados pela capital, sendo quatro na modalidade drive-thru, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. As doações podem ser feitas até o dia 5 de dezembro.

Em dias de jogos da Seleção Brasileira, conforme decreto estadual, os pontos funcionam até meio-dia, e as doações devem ser direcionadas para a Arena da Amazônia Vivaldo Lima, localizada na avenida Constantino Nery, 5.001, Flores, zona centro-sul de Manaus.

A distribuição das arrecadações ocorrerá durante o “Natal Itinerante”, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa em Centros de Ensino de Tempo Integral (Cetis), em campos comunitários, além de abrigos e instituições atendidas pelo FPS.

Futebol e atrações

Lançado pelo governador Wilson Lima no último dia 18, o Copa na Arena abre as portas da Arena da Amazônia para que os amazonenses apaixonados por futebol acompanhem, de forma gratuita, os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar.

Os torcedores poderão ainda aproveitar shows de atrações musicais, praça de alimentação, espaço kids, além de atualizar o esquema vacinal contra a Covid-19.

Pontos de coleta:

  • Centro de Convivência do Idoso de Aparecida – Rua Wilkens de Matos, s/nº, Nossa Senhora Aparecida
  • Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou – Avenida Brasil, s/nº, Santo Antônio
  • Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola – Rua Tupinambá, 119, Cidade Nova
  • Centro de Convivência da Família Maria Miranda Leão – Rua Loris Cordovil, nº 1, Alvorada
  • Centro de Convivência da Família 31 de Março – Rua 21, 453, Japiim
  • Centro de Convivência da Família Teonízia Lobo – Rua da Penetração III, quadra 60, s/nº, Mutirão
  • Centro de Convivência André Araújo – Rua 5, 220-260, Raiz
  • Centro Cultural Palácio Rio Negro – Avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro
  • Centro Cultural Palácio da Justiça – Avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro
  • Centro Cultural dos Povos da Amazônia – Avenida Silves, 2.222, Crespo
  • Teatro Amazonas – Largo de São Sebastião, Centro
  • Palacete Provincial – Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro
  • Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo – Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Flores
  • Secretaria de Cultura e Economia Criativa – Avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro

Modalidade drive-thru:

  • Estádio Carlos Zamith – Avenida Cosme Ferreira, Coroado
  • Estádio Oswaldo Frota – Rua Ibirapitinga, 48, Cidade Nova
  • Estádio da Colina – Avenida Presidente Dutra, 183, São Raimundo
  • Vila Olímpica – Avenida Pedro Teixeira, 1.271-1.359, Dom Pedro

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.