]

Manaus, 27/09/2021

Cidade

Representantes do poder público e coletivo Manaus Lixo Zero debatem, na ALE, gerenciamento de resíduos no estado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
01/06/2021 11h41

As políticas públicas para o gerenciamento de resíduos no Amazonas e as iniciativas dos municípios com foco no meio ambiente foram discutidos, durante o 1º Fórum Lixo Zero. O evento foi promovido pela Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em parceria com o Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB) e o coletivo que representa a instituição em Manaus.

Participaram do Fórum, o presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Fausto Jr, representantes das Secretarias Estaduais e Municipais de Meio Ambiente, do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o embaixador do Instituto Lixo Zero em Manaus e diretor da Damata Consultoria, o biólogo Daniel Santos.

Daniel Santos apresentou, durante o evento, um panorama atual das diretrizes federais e estaduais que deveriam ser seguidas por estados e municípios, mas que pouco avançaram nos últimos anos. Citou como exemplo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que estabelecia para final de 2014 o prazo, não cumprido, para que as prefeituras extinguissem os lixões. Atualmente, dos 62 municípios do Amazonas, somente Manaus possui um aterro para a correta destinação dos resíduos. Os demais continuam direcionando-os para os lixões. “Mesmo em Manaus o aterro já está com a vida útil no fim, o que indica mais um problema: o que será feito quando isso ocorrer”, alertou.

Ele ressalta que o momento de agir para solucionar o problema dos lixões e outras questões que impactam diretamente no meio ambiente, é agora. “Não é mais aceitável a existência de lixões nos municípios. Precisamos, o quanto antes, aplicar o conceito lixo zero no estado”, destacou.

Eventos como o Fórum Lixo Zero, diz ele, são de grande importância, principalmente quando há o comprometimento dos gestores em fazer a diferença e tentar mudar a realidade atual. “Agradeço a parceria da Comissão de Meio Ambiente da ALE para a realização desse primeiro Fórum. Espero que, a partir deste evento, possamos estabelecer novas metas a serem alcançadas no estado”.

Encontro municipal – Na semana passada o coletivo realizou, de forma on-line, o 3º Encontro Municipal Lixo Zero, de 25 a 27 de maio. Na ocasião, a Prefeitura de Manaus anunciou duas medidas que vão ajudar no processo de construção de um novo comportamento em relação ao meio ambiente. São elas: a ampliação da quantidade de locais, na cidade, para entrega de recicláveis, de 24 para 40, e a instalação de pontos de coleta em 500 escolas da rede municipal.

Os participantes do encontro deixaram como reivindicação ao poder público a necessidade de criação de uma lei que inclua a coleta de resíduos orgânicos em Manaus. E que a Prefeitura adote o processo de compostagem em larga escala, através do qual é possível reciclar o lixo orgânico, transformando-o em adubo natural, que pode ser usado, inclusive, no serviço de jardinagem feito pelo município.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.