]

Manaus, 23/10/2021

Amazonas

Servidores do SUS recebem capacitação para aplicação da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal no Amazonas

Servidores do SUS recebem capacitação para aplicação da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal no Amazonas
03/10/2021 17h30

A partir desta quarta-feira (05/10), profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) receberão treinamento para aplicação da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal, em novembro deste ano. O estudo “SB Brasil 2020” será realizado em 12 municípios do Amazonas e terá a participação em campo de 22 equipes, 11 na capital e 11 no interior do estado, com o objetivo de identificar as doenças bucais mais frequentes e o impacto delas na qualidade de vida.

A capacitação é direcionada para os profissionais de saúde bucal da Atenção Primária à Saúde (APS). As equipes serão responsáveis pela avaliação de uma amostra da população por meio dos indicadores: cárie, condições periodontais, oclusão dentária, traumatismo dentário e edentulismo. Em novembro, inicia a coleta de dados para o todo o país.

No treinamento serão abordados o processo de identificação dos participantes no domicílio, o trajeto a ser percorrido, a abordagem para realização das entrevistas, coleta de dados, aplicação de questionário, códigos e critérios para o exame clínico e o uso do software definido para o registro de dados.

O treinamento teórico será disponibilizado on-line por meio de manuais técnicos e videoaulas, enquanto o prático e a calibração dos examinadores ocorrerão através da avaliação de imagens, que irão simular condições clínicas que os examinadores poderão encontrar durante a coleta de dados no trabalho de campo.

Todas as etapas do treinamento contarão com o apoio técnico e científico de uma equipe de referência regional. O conteúdo teórico e o material para calibração serão disponibilizados na plataforma virtual Moodle, onde todos os profissionais cadastrados terão acesso.

Além da avaliação por meio dos indicadores, o estudo contará com a aplicação de um questionário para caracterização demográfica, socioeconômica, acesso e utilização de serviços odontológicos, morbidade bucal referida, autopercepção e impacto em saúde bucal.

Participação – Embora seja voluntária, a adesão da população é essencial para a realização e efetividade da pesquisa. A avaliação será feita na residência do voluntário por um cirurgião-dentista, seguindo as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS).

O Coordenador do Estudo SB Brasil 2020, no Amazonas, e coordenador estadual de Saúde Bucal da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Ricardo Rabello, reforça a importância da participação da população.

“É importante que a população colabore com esse levantamento, recebendo os avaliadores e aceitando participar, para que possamos realmente conhecer a realidade da saúde bucal e, se necessário, fazer alterações e contribuições para nossa futura política da saúde bucal”, destacou o coordenador.

Iniciativa

A realização da pesquisa é uma parceria do MS com universidades e receberá o apoio de secretarias estaduais e municipais de saúde, instituições representativas da odontologia e institutos de pesquisa em saúde pública. O levantamento epidemiológico será conduzido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em articulação com a Coordenação Geral de Saúde Bucal da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do MS.

 

 

 

*Com informações da assessoria.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.