Manaus, 11/08/2022

Amazonas

START UP FINEP TECNOVA II, DA FAPEAM, LANÇA PROJETO DA PLATAFORMA AMAZÔNIA STOCK EM FEIRA DE BIOTECNOLOGIA EM MANAUS

START UP FINEP TECNOVA II, DA FAPEAM, LANÇA PROJETO DA PLATAFORMA AMAZÔNIA STOCK EM FEIRA DE BIOTECNOLOGIA EM MANAUS
02/07/2022 11h30

A consultoria amazonense Focus Design e Marketing (Focus DM), contemplada pelo Programa de Inovação Tecnológica – FINEP TECNOVA II, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – FAPEAM, órgão do Governo do Amazonas, lançou nesta quinta-feira (30.06), durante a ExpoAmazônia BIO&TIC 2022, no Centro de Convenções Vasco Vasques, o Projeto da Plataforma Amazônia Stock que vai implantar um banco de imagens fotográficas da região Amazônica, brasileira e internacional. A Feira de biotecnologia e tecnologia da informação e comunicação acontece entre os dias 30/6 e 2/7, das 14h às 20h.

A Focus DM está presenteando com duas imagens da Amazônia os visitantes que comparecerem no estande 17 da Amazônia Stock, no setor de start ups da ExpoAmazônia BIO&TIC 2022.

A plataforma Amazônia Stock tem como foco, além de difundir imagens originais da Amazônia, a comercialização de trabalhos fotográficos produzidos por fotógrafos profissionais e amadores, em especial, de comunidades ribeirinhas e tradicionais da Amazônia.

Para Ricardo Tavares, diretor de criação da Focus DM, a proposta da ExpoAmazônia Bio&Tic está relacionada aos interesses da plataforma. “O objetivo da Feira acaba casando com interesses e conteúdo de comunicação que a própria Amazônia Stock pode ofertar ao mercado. O interesse de fotos originais da Amazônia, que ajude a ser utilizado em uma comunicação mais institucional das empresas que estão aqui, como rótulos e embalagens por exemplo. Além disso, muito da produção fotográfica local também gera interesse em fotógrafos que também são profissionais de diversos setores que chegam aqui para fazerem seu cadastro, interessados em terem suas fotos publicadas na plataforma”, afirmou Ricardo.

“Tem sido uma experiência, que é o nosso objetivo na ExpoAmazônia, com o objetivo de validar o modelo de negócio da plataforma que está em período de teste aqui na Feira”, concluiu o diretor.

A PLATAFORMA

Amazônia Stock vai selecionar e disponibilizar imagens genuinamente amazônicas, que retratem temas como: natureza, turismo, artesanato, pessoas, fauna, flora e gastronomia da Amazônia. Cenas do cotidiano de quem vive e sente a Amazônia serão retratadas pela perspectiva de seus próprios nativos e/ou de seus admiradores de qualquer parte do mundo. Além de divulgar a Amazônia para o mundo, o banco de imagens tem como objetivo estimular e incentivar a economia, gerando renda para comunidades ribeirinhas, povos tradicionais e para os habitantes do interior amazonense por meio da fotografia, servindo também como complemento de renda em paralelo as atividades econômicas tradicionais.

CONSUMINDO A AMAZÔNIA

O objetivo é levar até o consumidor final imagens inéditas e de qualidade superior de diversas localidades da Amazônia. E com isso impulsionar, além do mercado da compra e venda de imagens da Amazônia, o turismo e a gastronomia apresentados nas imagens da plataforma, oportunizando não só um desdobramento para o lazer e o entretenimento, mas impulsionando a geração de renda da população amazônida e de qualquer pessoa interessada em contribuir com projetos sérios para a região. Os interessados, em obter mais informações sobre a plataforma, podem entrar em contato com a Focus DM através do e-mail [email protected] ou @amazonia_stock .

 

A plataforma Amazônia Stock após entrar em estágio de operação, realizará a comercialização das imagens por diferentes canais como: venda por assinatura com tamanhos apropriados, tanto para grandes impressões ou uso em formato compacto para internet; venda para agências de Publicidade e Design; editorial (livros didáticos, de arte, entre outros); para o mercado de conteúdo em Redes Sociais e para o mercado de fotografia artística. Mas a plataforma é aberta para todos as pessoas que queiram adquirir fotografias da Amazônia sejam pessoas jurídicas ou físicas.

EXPOAMAZÔNIA BIO&TIC

A ExpoAmazônia BIO&TIC 2022 é um dos maiores eventos de bioeconomia e tecnologia da informação e comunicação da região Norte e vai reunir o ecossistema empreendedor local, além de convidados nacionais e internacionais, os participantes irão expor seus produtos, apresentar e debater soluções economicamente viáveis para a Amazônia Legal.

A ExpoAmazônia está alicerçada em mais de dez Trilhas, que apresentam temas que vão desde a discussão sobre a Cadeia de Valores em Bioeconomia, passando por Oportunidades de Negócios até chegar à Biotecnologia de Alto Valor Adicionado para a Amazônia, à Zona Franca Digital e suas Tecnologias de Vanguarda à Indústria 4.0, dentre outros assuntos. Todas contando com diversas palestras com subtemas variados, focados no desenvolvimento de debates que objetivam trazer à luz assuntos de interesse para os ecossistemas de bioeconomia e de tecnologia da informação e comunicação da região.

Entre os convidados especiais do evento, o vice-presidente da República Hamilton Mourão esteve presente na abertura da exposição e falou sobre educação e de como o governo federal pretende adaptar a grade curricular do novo Ensino Médio incluindo a biotecnologia voltada pra os alunos do Norte, onde o apelo pela preservação da natureza é maior. “Hoje nós temos uma base curricular comum que é abrangente pois não é específica para cada região do país. O ensino médio é de responsabilidade do estado, compete ao estado do Amazonas buscar transformar e adaptar os livros de suas escolas, que são de sua responsabilidade, como a Tecnologia da Informação vai estar inserida nos estudos para que possa depois trabalharem dentro da questão da bioeconomia”, conclui o vice-presidente.

O evento é gratuito e aberto ao público, as inscrições estão abertas no site do evento: www.expoamazônia.com.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.