Manaus, 20/06/2021

Política

Vereador Peixoto retornou à Comunidade Agrovila neste final de semana e recebeu demandas dos moradores

Vereador Peixoto retornou à Comunidade Agrovila neste final de semana e recebeu demandas dos moradores
31/05/2021 11h10

O vereador Peixoto (PTC), retornou neste final de semana à comunidade ribeirinha Agrovila, que fica localizada no Rio Negro, distante 20 minutos de barco da marina do Davi, na Ponta Negra, zona Oeste de Manaus. No local, o Líder do Partido Trabalhista Cristão, vereador Peixoto, foi recebido pelo presidente da Associação do Moradores, João Santos que passou as principais demandas da comunidade onde vivem 116 famílias.

“Sempre que tenho o prazer de retornar às comunidade rurais e ribeirinhas tenho uma recepção calorosa e acolhedora. Essa área do município, que durante muito tempo foi esquecida, passa a ter agora não só no meu mandato, como também no executivo, uma atenção nas demandas solicitadas”, disse Peixoto.

Entre os pedidos, estão um telefone rural para facilitar a comunicação dos moradores e também um computador com impressora para ajudar nos serviços da sede da comunidade e também auxiliar com a impressão dos prontuários médicos dos profissionais que atendem os comunitários quando são realizadas visitas no local.

O vereador também se comprometeu em entrar em contatos com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), para solicitar doação de cestas básicas aos moradores da comunidade que neste período de cheia dos rios estão com dificuldades na produção de alimentos.

Ciclismo Ecológico

Durante a reunião foi sugerida a criação de uma Trilha Ecológica para que praticantes de bike possam fazer o esporte e também conhecer as belezas naturais do lugar, fomentando assim o turismo e a geração de renda na região.

“A ideia é criar um Pedal Ecológico unindo esporte, lazer e natureza. A atividade vai ser uma alternativa sustentável com o objetivo de gerar renda para os moradores da região que podem trabalhar, por exemplo, como trilheiros, com oficinas de bike, vendendo lanches e refeições etc., criando assim, uma cadeia econômica”, esclareceu Peixoto.