Manaus, 07/12/2022

Cidade

VI COLÓQUIO LITERÁRIO MOSTROU AS TRANSFORMAÇÕES DA LEITURA NA FORMAÇÃO ESCOLAR

VI COLÓQUIO LITERÁRIO MOSTROU AS TRANSFORMAÇÕES DA LEITURA NA FORMAÇÃO ESCOLAR
03/10/2018 21h00

Despertar emoções e escrever para emocionar, o VI Colóquio Literário foi um ato de educação. A literatura ainda resiste e a leitura pode ter um papel transformador na formação escolar.

Promover a relação do escritor e o leitor foi a iniciativa do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora nos dias 02 e 03 de outubro, aos alunos do sexto ano até os finalistas do terceiro ano.

Entre lições e conselhos, encontrar na leitura a melhor ferramenta para a escrita é a principal chave para ter um diferencial no futuro. “Precisamos descobrir que tipo de leitura a gente mais gosta e nem sempre nossas escolhas são com base nas nossas preferencias”, explicou a aluna Letícia Silva.

Assim como na vida da escritora Flávia Frota que teve a escola como principal incentivo e como forma de gratidão transformou emoções de uma formação pessoal e profissional em textos e crônicas que exaltam a importância da escola. “Parte da minha história foi por incentivo do colégio Auxiliadora, minha formação se dá ao tratamento que todos me deram, sou muito grata pelos incentivos à literatura que tive nos tempos de escola”, explicou a escritora.

“Primeira Impressão” título de seu primeiro livro relata situações que tiveram o CNSA como pano de fundo. “Quando uma crônica minha foi publicada pela primeira vez em um jornal impresso tive o mesmo sentimento de quando tive uma redação publicada no jornal ‘Geração Auxiliadora’”, lembrou.

Os alunos fizeram perguntas à escritora sobre o desafio de lançar um livro e se manter na internet. O encerramento do Colóquio foi com a apresentação dos alunos do terceiro ano com a música “Quero Ser Feliz Também” da banda Natiruts.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.